quinta-feira, 2 de outubro de 2008

Anjo do Apocalipse


Sou uma curiosa inata... Da mania de sempre querer saber mais, o por quê das coisas, surgiu a vontade de mostrar às pessoas a beleza da arte tumular. Entre as caminhadas no Cemitério Municipal São Francisco de Paula, me vi apaixonada por inúmeras esculturas, cheia de curiosidade sobre a história dos túmulos, o significado da simbologia carregada por essas obras de arte... Surge meu primeiro livro, uma singela amostra do potencial histórico e artístico dos cemitérios.

Dois anos depois do lançamento do livro "Um olhar... A arte no silêncio" me vejo cada dia mais apaixonada pela arte tumular e pelos cemitérios. Os estudos continuam e a vontade de compartilhar a beleza destes campos santos também. É por isso que decidi criar esse blog e dividir com meus amigos e desconhecidos, um pouco de meus estudos e das fotos que faço em viagens por inúmeros cemitérios.

Não há pretensão nenhuma além de dividir o que vejo e o que sinto... Espero que apreciem e é claro, comentem!

Para iniciar os posts, apresento a vocês um Anjo do Apocalipse. A obra original, localizada no Cemitério de Staglieno em Gênova, Itália, foi executada por Giulio Monteverdi. Segundo a bíblia, esse anjo tem a função de no dia do apocalipse, soar a trombeta para chamar os mortos à ressurreição. Em posição de guarda, o anjo silencia aguarda o momento de executar sua tarefa...

3 comentários:

Paulin disse...

Simplesmente supimpa Grassi!:D parabéns.. posso mandar umas fotinhas? ehhehe não sao profissa como as suas.. :D
Beijocas e saudades ( estranho né? mas é!)

Clarissa Grassi disse...

Claro que pode, Paulo! Manda aí e publicarei! :) Saudades também!

Mariza disse...
Este comentário foi removido pelo autor.